Emely
Palavras me somem a mente
Perguntas me perturbam
E enlouquece tudo aquilo
Que podemos chamar de consciente

Fecho os olhos
Vejo brigas ao meu redor
Tento não ligar
Mas tudo fica pior

Estão me martirizando
Fazendo-me de objeto
Usando-me de testemunha
Para aumentarem os seus egos

Onde isso vai parar?
Talvez o tempo responda
Só quero que acabe
E que a vida pare de ser irônica

Tento mentir
Falando que não ligo para isso
A briga é deles
Não tem nada haver com os filhos

Não quero está aqui
Presenciando uma desunião
Mas os medos me seguram
E nem ao menos me da uma solução

Emely Rodrigues


1 Response
  1. Flávia Says:

    Saudades de você. Aparece depois.
    Beijos!


Postar um comentário